quinta-feira, 8 de março de 2012

Como um sopro de Primavera


Getting Zen, by Claudia

Ser mulher é como um sopro de Primavera
Num exalto ao espírito da vida;
É como ser em sonho a Flor da Terra,
Que com o coração fértil semeia o inconstante
Do Ser que nasce navegante
E remexe o olvidar da criação;

É como ser água que irriga a semente até ao mar,
E a leva nos braços bravos a conhecer o mundo;
É como ser o infinito num só olhar,
Onde se reflecte a magia do que é profundo.

Que a mulher é como a chuva de Verão,
Onírica.

1 comentário:

agnesrubra disse...

Não. O que descreves é um jovem feminino. Uma menina é assim. Uma mulher, não. Uma mulher já se apossou dessas chuvas, desses orvalhos, dessas madrugadas ténues e rosadas, e já não fala deles nem É eles. Uma mulher está para além disso, mesmo que tenha 14 anos.
Mas dás uma forma engraçada e invulgar às coisas que dizes.
De repente isso é bom. Interessa ver como evoluis.

Agnes