domingo, 19 de outubro de 2008

Presente e Futuro


Somos Presente e Futuro,

Aqueles que perseguem,

Linha após ante linha,

Presságios apaziguadores

Do nada que é tudo.

Sabemos a verdade da mentira,

Mentimos com verdades sentidas.

Controlamos. Somos o Destino.

Ordenamos, dos deuses servidores.

E contigo, mortal em nossas mãos,

Brincamos. Marionete de veias

Pulsantes de fulgor.

2 comentários:

Silent Raven disse...

Olá... E obrigada pela visita.

Gosto muito da forma como escreves, crias imagens muito interessantes nos teus poemas.

Até breve...

Kath disse...

Estou ansiosa por saber como acaba o Retrato. : p