sábado, 4 de outubro de 2008

Sonho


Segue sabendo sonhar
Sadios sonhos solarengos
Sonha solstícios sazonais
Simples sonhos sedentos.

Semeia solos sonhadores!
Singra santos subentendidos!
Soletra sonhos s'esplendores,
Sorrisos seus, sentidos!

Sonha segredos segredados,
Sem secretos sinais.
Se sinfonias são, sonha-os...

Pois os sonhos são imortais!





(este poema foi dedicado à minha querida amiga Catarina ^^ )

2 comentários:

Kath disse...

Hm, não sabia que estavas a pensar mudá-lo. Mas eu adoro aquele marcador, e foi das coisas mais queridas que já me fizeram. ^^ Um obrigada gargantuesco pela atenção e pela amizade sempre presente e importante. :]

Leto of the Crows disse...

Não, não estou a pensar mudá-lo, mas a versão final é a tua e não tenho a certeza desta ser igual xD

Ainda bem que gostaste, e não precisas de agradecer, quem agradece sou eu por seres minha amiga ^^

Beijinhos enormes!***