domingo, 12 de abril de 2009

Palavras do Anjo


Deu-lhe um beijo.
Ele sorriu, que era anjo
E cantou baixinho.
E das doces palavras
Que o sussurro lhe entregou,
Provou uma a uma,
De gosto a mel
E morango e perfume,
De meandros algures sentidos
Vivos e demorados,
Donde a voz murmurava.

E adorou-as.

6 comentários:

Kath disse...

Prova de que tamanho não é igual a qualidade. ^^

Roderick disse...

Hmmmm!! Doces palavras.
A com sabor a perfume é que deve ser amarga!

Joli disse...

Que bonito :)

Leto of the Crows disse...

Roderick,

Talvez seja amarga, ou talvez não. Depende tudo do tipo de perfume.

Obrigada a todos ^^

Ana Priscila Sousa disse...

lindissimo!!embala na beleza das palaras e no seu significado!

Wild Angel disse...

É pequeno, mas tem um bom ritmo :3

Adoro-o ^^