quinta-feira, 13 de maio de 2010

Hábitos de Leitura

Lalala... Como estava a precisar de descontrair um bocadinho com qualquer coisa, resolvi responder a um pequeno questionário sobre hábitos de leitura, seguindo os exemplos de três blogs pelos quais passei hoje a vista: Lydo e Opinado, As Leituras do Corvo, e Estante de Livros.

E aqui vai:

Petis­cas enquanto lês? Se sim, qual é o teu petisco favo­rito?
Se petisco... Bem, se tiver fome, vou buscar alguma coisa para comer, quanto leio. Mas não é algo a que possa chamar petisco. A não ser que tenha gomas escondidas algures pelo quarto... hehe

Qual é a tua bebida pre­fe­rida enquanto lês?
Não bebo enquanto leio. Posso me engasgar, ao ler alguma coisa interessante xD

Cos­tu­mas fazer ano­ta­ções enquanto lês, ou a ideia de escre­ver em livros horroriza-​te?
Anotações? Nunca! Os livros não são para serem profanados!

Como é que mar­cas o local onde ficaste na lei­tura? Um mar­ca­dor de livros? Dobras o canto da página? Dei­xas o livro aberto?
Nunca dobro o canto das páginas e assusto-me só de ver quem o faz. Normalmente utilizo um dos meus marcadores repetidos (ou seja, aqueles que não precisam de estar na colecção).

Fic­ção, não-​ficção, ou ambos?
Sempre ficção, que é uma forma de dar asas à imaginação.

És do tipo de pes­soa que lê até ao final do capí­tulo, ou páras em qual­quer sítio?
Paro ou tiver de parar, mas marco sempre o local onde paro, nem que tenha de pôr o marcador numa orientação fora do normal. Infelizmente, normalmente não posso parar quando quero, tenho de parar quando os outros querem.

És lei­tor para ati­rar um livro para o outro lado da sala ou para o chão quando o autor te irrita?
Pobre livro! O.O Simplesmente rogo umas quantas pragas ao autor.

Se te depa­ra­res com uma pala­vra des­co­nhe­cida, páras e vais pro­cu­rar o seu sig­ni­fi­cado?
Muito, muito, muito raramente. Normalmente tiro o significado pelo contexto, e só quando considero a palavra deveras incompreensivelmente interessante é que vou ver o seu significado.

O que é que estás a ler actu­al­mente?

Destino do Universo - Avatar, de Frederico Duarte; A Origem das Espécies, do Darwin;


Qual foi o último livro que com­praste?

A Fúria dos Reis, de George Martin; Sebastian, da Anne Bishop; Aprendiz de Assassino, da Robin Hobb;

Lês só um livro de cada vez, ou con­se­gues ler mais que um ao mesmo tempo?
Consigo ler mais do que um livro ao mesmo tempo, mas não é coisa que goste de fazer. Normalmente só leio dois livros simultaneamente porque sou obrigada de alguma forma (como agora... que alguém se lembrou de me obrigar a fazer um trabalho sobre a Origem das Espécies...)

Tens um lugar/​altura do dia pre­fe­rido para ler?
Um lugar favorito... no meu quarto, onde ninguém me perturba.

Pre­fe­res livros incluí­dos em séries ou inde­pen­den­tes?
Hm... Desde que sejam bons, tanto me faz que seja uma série ou um livro independente. Tenho em conta que me reservo mais para o género de Fantasia, acabo por ler mais as séries.

Existe algum livro ou autor espe­cí­fico que este­jas sem­pre a reco­men­dar?
O Drácula, do Stoker; a Trilogia das Jóias Negras, da Bishop; as barbaridades que eu própria escrevo... *cof cof*

Como é que orga­ni­zas os teus livros?
Organização? Que palavra tão estranha... Bem, normalmente coloco-os por autor e por colecção (e por vezes por ordem de tamanho)

7 comentários:

Afonso Costa disse...

Vou começar a ler o Drácula mês que vem, depois de acabar dois que quero ler primeiro x)

Gostei das respostas

Leto of the Crows disse...

Força ^^ Eu aconselho o Drácula, mas sei que existe muito gente que não gosta de o ler :p

HornedWolf disse...

"palavra deveras incompreensivelmente interessante"

:P

Lê Robert Jordan. Ou Frank Herbert.

Leto of the Crows disse...

Eu conheço o Jordan :P

HornedWolf disse...

Gostas?

HornedWolf disse...

A Anne Bishop é ousada no erotismo que imprimiu às suas estórias de fantasia e que, dentro do género, não era até agora muito comercial - até teve sorte de ser publicada. Mas suponho que apanhou uma vaga aberta pela Anne Rice (duas Anne's), embora num estilo literário fantástico diferente, e a época certa para essa jogada. Os personagens são, todos eles, como que adolescentes, mas nenhum com a fraqueza de um adolescente, nem os próprios adolescentes, e teimosos como dragões. Joga com peças interessantes e tem momentos fascinantes.

Só li o primeiro dela, confesso. E enquanto o li adorei. Mas depois não tive muita paciência para o segundo, não me estava a surpreender. Sem ter de pegar pelas hormonas em descontrolo das pitas (como a Bishop) nem das feministas (como a Marion Zimmer Bradley), entre as best sellers e sem entrar muito na ficção científica, está a grande Julliet Marillier.

Leto of the Crows disse...

Yupi, yupi! Gosto do Jordan, e da Bishop e da Marillier xD